Dicas Nutricionais

Universidade pesquisa benefícios do óleo de coco em pacientes com COVID-19

Fonte: CNN Filipinas

À medida que o mundo corre contra o tempo para a cura da doença causada pelo novo coronavírus, cientistas filipinos começaram a analisar os possíveis benefícios do óleo de coco virgem em pacientes com a COVID-19.

O estudo intitulado “Óleo de coco virgem e terapia adjuvante ômega-3a para pacientes hospitalizados com COVID 19” está sendo realizado no Hospital Geral das Filipinas. A pesquisa tem como objetivo descobrir se o óleo de coco pode reduzir a duração ou gravidade dos sintomas.

No ensaio clínico realizado no hospital, o óleo de coco está sendo administrado como “suplemento ao regime diário de tratamento dos pacientes positivos para COVID-19”. O tratamento pode durar cerca de um mês ou até que o número mínimo de pacientes necessários para concluir o estudo seja alcançado.

Fortunato disse que um estudo paralelo será realizado com suspeitas de portadores de vírus isolados em comunidades e outros 2 hospitais.

Em Fevereiro pesquisadores da Universidade Ateneo de Manila, na Filipinas, e da Spring Hill Neonatolody, nos EUA, propuseram um estudo clínico em pacientes infectados com COVID-19 envolvendo óleo de coco virgem, afirmando ser um tratamento acessível e praticamente sem riscos com enormes benefícios potenciais.

Em Março a Universidade Nacional de Cingapura também concordou com o pedido das Filipinas para testar o óleo de coco como um profilático no tratamento contra o COVID-19. O ensaio clínico está em andamento.

As evidências atuais sugerem que o óleo de coco e seus derivados são compostos antivirais seguros e eficazes em humanos e animais, observaram os pesquisadores em uma proposta de pesquisa publicada em janeiro.

O COVID-19 é causado por coronavírus 2 da síndrome respiratória aguda grave ou SARS-CoV-2, para abreviar. A infecção respiratória apresenta sintomas comuns como febre, tosse seca e falta de ar.

[magento pid='001001']

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *