Teste do Sal Rosa do Himalaia
Dicas Nutricionais

Como fazer o teste do sal rosa do himalaia

Circulam nas redes sociais, blogs e YouTube muitas informações tecnicamente incorretas sobre testes de alimentos. Um desses testes é sobre o Sal Rosa, oriundo da região do Himalaia, na Ásia.

Tipicamente importado do Paquistão, o Sal Rosa possui coloração que varia do rosa claro ao rosa escuro devido à elevada presença de minerais. Ele é fonte de cálcio, magnésio, potássio, cobre e ferro, etc. No total, o Sal Rosa do Himalaia contém 84 minerais diferentes em sua composição!

E o que acontece com o Sal Rosa do Himalaia legítimo quando misturado na água? Vamos ver?

  • Coloque 1 colher de sopa de Sal Rosa do Himalaia numa vasilha de vidro transparente
  • Acrescente 250ml de água e mexa bem. A mistura deverá adquirir uma tonalidade rosa clara. Neste momento todos os minerais que conferem coloração ao Sal Rosa do Himalaia estão misturados à água
  • Deixe a mistura descansar, esse processo é chamado de decantação. Repare que logo após a mistura, parte dos minerais vão se depositar no fundo do recipiente, e a tonalidade da água já ficará mais transparente. Isso ocorre pois os minerais não são solúveis na água.
  • Se você deixar a mistura descansar por mais algumas horas vai perceber que o processo de decantação continua ocorrendo, e os oligoelementos mais leves vão se depositando no fundo do recipiente também!
  • Neste momento, se você olhar pela lateral, vai perceber que a solução aquosa está transparente!

Preciso fazer o teste acima com o meu Sal Rosa do Himalaia?

Não é necessário fazer o teste uma vez que na loja virtual da Zona Cerealista Online www.zonacerealista.com.br disponibilizamos o laudo técnico do exportador para nossos clientes cadastrados consultarem. Lá é possível checar o país de origem (geralmente os produtos são extraídos do Paquistão) e os ensaios laboratoriais que medem a quantidade de alguns minerais.

Mas existe Sal Rosa do Himalaia adulterado no mercado?

Aparentemente sim, no entanto, é uma prática em desuso, uma vez que o preço do Sal Rosa do Himalaia no mercado internacional é bastante barato, ou seja, a adulteração não faz nenhum sentido econômico.

Onde posso obter mais informações?

Nesta reportagem exibida na TV Globo os pesquisadores explicam o comportamento esperado do Sal do Himalaia ao ser dissolvido na água.

Fake News no Setor de Alimentos

Com o crescimento das redes sociais as fake news no setor de alimentos também surgiram com força. Boatos a respeito de diversos alimentos e supostos testes de qualidade no óleo de coco, sal do himalaia, cúrcuma, mel, entre outros, se proliferam rapidamente nas redes.

Embora todo cuidado seja pouco quando se trata da qualidade dos alimentos que consumimos, as fake news acabam causando aborrecimentos desnecessários nos consumidores e o descarte de alimentos próprios para o consumo, uma vez que alimentos devolvidos pelos consumidores são primeiramente analisados e então descartados.

Por este motivo é sempre importante consultar rótulos, laudos técnicos, profissionais da área de saúde, verificar a reputação da empresa que está vendendo os produtos, enfim, fontes seguras de informação!

Conte conosco para ter acesso ter acesso a informações confiáveis sobre os nossos produtos naturais! <3

Até a próxima!

Equipe Zona Cerealista Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *