CHÁ BRANCO VS. CHÁ VERDE VS. CHÁ VERMELHO: EFEITO ANTIOXIDANTE & TERMOGÊNICO!

chás

O Chá Branco, Chá Verde e Chá Vermelho são ricos em polifenóis que abrangem os flavonóides, taninos, catequinas, etc. Eles possuem alta ação antioxidante, atuando no combate aos radicais livres; proporcionam um aumento no consumo energético, acelerando o metabolismo de lipídios e carboidratos, auxiliando desta forma no emagrecimento; melhoram o funcionamento hepático e possuem efeito diurético considerável. Eles possuem ácido fólico, cafeína, flúor, manganês, óleo essencial, potássio, teofilina, vitamina C, vitamina K, vitamina B1, vitamina B2 e vitamina B6.

COMO PODEM OS 3 CHÁS SEREM ORIGINADOS DA MESMA PLANTA?

Os principais tipos diferentes de produtos para infusão são provenientes da mesma planta Camellia sinenses (árvore originária do Sudeste Asiático, China e Índia), porém colhidos e processados de formas distintas. Assim temos as diferentes denominações: Chá Verde, Chá Branco e Chá Vermelho. Enquanto chá verde é extraído de folhas da planta, o chá branco, é extraído de gomos das partes superiores da planta, que darão origem a essas folhas. Pode-se incluir algumas folhas junto com os gomos, mas apenas folhas jovens (novos botões que cresceram) e que não sofreram efeitos de oxidação; os botões são protegidos da luz do sol para prevenir a formação de clorofila. Outra diferença entre os 3 tipos de chá é o grau de fermentação. O processo básico para preparação do Chá Branco consiste em secar, desidratar, selecionar, aquecer, cortar e misturar. O Chá Verde é totalmente não fermentado por causa do processo de eliminação das enzimas. A eliminação das enzimas, a secagem e a mistura são os processos básicos para a preparação do Chá Verde. As folhas são colhidas ainda jovens, antes de estarem completamente desenvolvidas. É submetido rapidamente à secagem e as folhas são enroladas ainda quentes e então são expostas ao vapor d’água e depois a altas temperaturas com a finalidade de eliminar a fermentação. Logo após são secas rapidamente, adquirindo assim um produto final de cor verde escura e formato enrolado. O Chá Vermelho passa por um curto processo de fermentação, o que origina uma fragrância suave. Como conseqüência da oxidação parcial, o Chá Vermelho apresenta um teor de cafeína médio e um aroma não agressivo. O Chá Vermelho se diferencia pela fermentação que ocorre no final do processo de preparo do mesmo. A primeira etapa de preparação do Chá Vermelho é a eliminação das enzimas. Logo em seguida, as folhas são misturadas, o que irá aumentar o aroma do chá. Após a mistura, permanece determinado período secando. Para finalizar, ocorrem as etapas de fermentação, onde o Chá Vermelho irá adquirir a sua coloração característica e finalmente a secagem. Somente após todas as etapas descritas, as folhas são selecionadas e a preparação do Chá Vermelho se encerra. O Chá Vermelho é obtido das folhas selecionadas da planta Camellia sinensis, em estágios diferenciados de desenvolvimento. Não é permitida uma completa secagem das folhas o que promove uma fermentação na planta devido à ação de bactérias desejadas. A partir do processo de oxidação especial das folhas de chá verde, obtemos o Chá Vermelho, o qual é, muitas vezes, erroneamente considerado como uma subclasse de chá preto. Este no entanto, é um produto muito mais raro de ser encontrado. Suas qualidades incluem um efeito protetor do sistema cardiovascular e propriedades antioxidantes.

Você pode comprar o chá branco, o chá vermelho e o chá verde à granel, pagando muito menos, na loja virtual da Zona Cerealista Online www.zonacerealista.com.br

Deixe um Comentário